sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Palavras...

                                 

Não busques nesta terra lealdade,                                 

Nem no coração humano, o amigo.
Quando olhares à sua volta e só houver vazio,
Lembre-se então de que Deus está contigo.

                             x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-

Querida amiga,
Os olhos brilham. Reina alegria...
No ar magia.
Nos corações
florescem emoções.
Como deixá-la longe deste belo evento,

não dividir com você este momento
tão importante ?
Você também faz parte desta história,
e colherá conosco os louros da vitória !!!







Oração para pedir a Sabedoria a Deus

                  




            
Deus de todas as criaturas e Senhor de Misericórdia,
que tudo criastes pela Vossa Palavra
e que por Vossa Vontade formastes o ser humano
para ser o senhor de toda a Vossa Obra,
cuidar de todas as coisas com santidade e justiça,
e agir sempre seguindo a tendência de sua alma;
dá-me a Sabedoria que se emana de Vossa Majestade
e não me recuseis a Vossa Benevolência por causa da minha insignificância.
Sou com efeito humano, nascido de seres humanos
e por este motivo: fraco, frágil e mortal,
incapaz de penetrar no mistério de Vosso Julgamento e de Vossas Leis.
porque qualquer ser, mesmo o mais perfeito entre os humanos
nada será, se lhe faltar a Sabedoria que provém do Vosso Divino Trono.
Me escolhestes  para uma missão neste planeta
e para decidir em questões que envolvem outras pessoas.
Me ordenastes construir  em meu coração um templo
 e um altar em minha alma, como pálido retrato da Morada Celestial;
mas é em Vós que está a Sabedoria
que conhece e pode executar as Vossas Vontades.
Ao Vosso lado ela está desde o princípio
 e por isso conhece o que Vos  é agradável
e sabe o que está de acordo com as Vossas ordens.
Fazei-a pois, descer de Vosso Santo Céu e enviai-a do Trono de Vossa Glória
para que, estando ao meu lado, ela seja a diretriz dos meu atos
e me impeça de fazer coisas que não estejam de acordo com os Vossos Desejos,
assim com certeza, estarei protegido no brilho da Vossa Glória,
decidirei em minha vida com justiça
e serei digno de aspirar a herança dos  bons.
Quem é o ser humano para desvendar os Vossos Mistérios
e para se aprofundar nas Vossas Determinações ???
Medrosos são os pensamentos dos mortais e incertas suas concepções;
porque a carne torna-nos falhos e carregados de erros,
e a convivência na Terra muito semelhantes  uns aos outros
na incapacidade.
Somos como bobos e cegos,
 incapazes de encontrar o que está diante dos nossos olhos.
Quem de nós pode então descobrir o que se passa em Vossa Morada
e desvendar as Vossas intenções
se não temos a Sabedoria e Vosso Espírito Santo ?
Somente com Vossa Presença em nós,
seremos  capazes de mudar o destino do nosso Planeta,
e de todos os seres criados por Vós..
Dá-me Senhor...Oh, dá-me a Sabedoria !!!


                                     




Adaptação de
Sab 9, 1-18

                                     2012




































































quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Quando bater saudade...

                      

     Quando Deus planejou a perfeição do Universo, certamente planejou o nosso encontro. ( Esse Deus não á mole não! )
     O que Ele quis com isso ?  Não sabemos ainda mas um dia esta revelação nos alcançará e poderemos entender tudo.
     Dependentes da Vontade Divina, agrupados em torno de um trabalho, convivendo diariamente na cozinha da escola, transformamo-nos, renovamo-nos e vivemos. Aprendemos tanto umas com as outras que torna-se impossível imaginar que nos esqueceremos deste período.
     Dez anos se passaram e se olharmos para trás veremos que todos os dias foram repletos de experiências que nos tornaram com toda certeza, melhores.
     Temos vivenciado muitas despedidas. Faces chegam, rostos se vão. Sabemos que a vida é isso. Assim como o passar dos dias decretam a existência, as mudanças em nossa rotina, decretam a VIDA.
     Chegou o dia de nos despedirmos de você. Novos horizontes se apresentam diante de seus olhos e desvendá-los passou a ser a sua meta.
     Sentimos pena, mas ao mesmo tempo um baita orgulho ! Talvez uma leve invejinha da sua coragem, mas nada que possa embotar o brilho da sua vitória.
     Deus nos deu o dom do vôo sem asas mas poucas pessoas ousam pular de seus ninhos e encarar o desafio do desconhecido. Você conseguiu !!! E que bom que você conseguiu, porque, animados pelo seu empenho, outros buscarão caminhos e estradas, trilhas e passagens e porque não dizer atalhos.
     Como os continentes são separados pelo mar, a Vontade do Alto nos separa. Porém, se observarmos os continentes, chegaremos a conclusão que entre eles existe uma ligação, bem lá no fundo, nas régios abissais, onde as rochas se tocam e as águas se misturam, e então cremos que a ligação que existe entre todos nós, continuará. Invisível aos olhos humanos, mas presente no fundo de nossas almas.
     Deus abençoe a sua vida e a sua caminhada.
     Nesta pequena homenagem queremos reter no CD pequeninas lembranças, meio desajeitadas, desorganizadas, mas lembranças dos amigos que não querem cair no esquecimento. Você ouvirá também, sons que proporcionarão um retorno... QUANDO BATER SAUDADE !...
     E a saudade é coisa que acontece.Não tem jeito ! Um dia você vai acordar meio vazia... meio sem graça... Meio dividida. Abra então as imagens !!! aí você vai sentir que era só saudade destas pessoas que certamente não passaram por sua vida em vão...



                                                      2013

Saudade doce.


                         

                        

Guardo lá dentro do peito,
Uma linda e doce lembrança,
Que me faz feliz retornar
Ao meu tempo de criança.

                                Destas lembranças que tenho,
                                (o tempo e o carinho guardaram),      
                                Me vêm hoje à memória,
                                Aqueles que me ensinaram.


                       Me mostraram um mundo novo
                 Que ainda estou descobrindo.
                       Mundo de luz e emoção
                  Que até hoje estou sentindo.

              E dessas doces lembranças,
       A da escola é a mais frequente        
 Lembrar me torna de novo                                                        
Criança levada e inocente.






06/09/2013



terça-feira, 16 de setembro de 2014

História de anjinho

                           




Houve um descuido no céu.
Descuido, pois ninguém viu.
Surpreendeu-se a “santaiada”:
um belo anjinho sumiu !!! 




                   E toca a caçar o culpado,
                  Chama aqui, pergunta lá.
                  E toca a caçar o anjinho:
                   Olha ali ! Olha acolá ! 




                                                           Eu que “manjo” Querubins,
                                                           bem  sei o que aconteceu:
                                                          o espertinho abriu as asas
                                                          e aqui pra Terra desceu.






                                                                                     E toca a caçar o culpado:
                                                                                     Chama aqui. Pergunta lá.
                                                                                     E o anjinho aqui na Terra:
                                                                                     Anda ali !  Para acolá !








                                                                                               Escondeu suas asinhas,
                                                                               nos galhos de uma roseira,
                                                                             fez bambolê da coroa
                                                                     e agora só quer brincadeira.





                                                     E no céu, cadê culpado ?
                                              Chama aqui... pergunta lá.
                                 E o anjinho só brincando,
                       Dança aqui !  Pula colá !





                                                                                         Mensageiro da alegria,
                                                                                         O anjinho aqui vai vivendo.
                                                                                         É como flor se abrindo,
                                                                                         o esperto anjinho crescendo.






                                                                  E no céu, cadê culpado ?
                                                                  Chama aqui. Pergunta  lá.
                                                                  E o anjo só descobrindo :
                                                                 Aprende aqui. Treina acolá.





                                            Lê bem no fundo da alma,
                                           eu guardo este segredinho :
                                           todo mundo tem em casa,
                                           um belo e sapeca anjinho.





Com a magia do tempo,
do anjinho não restará nada,
pois ele se transformará
num elfo ou  numa fada !!!





                                                                         2007


                     

Incoerente

           


      

  
Mil desejos assolam  meu deserto
e um terremoto abala a estrutura.
Por quê ?  Por que se diz ao ouvido mil coisas
que deveriam apodrecer no pensamento ?
Eu não sei o que deu em mim, nem onde estou:
se no centro de um planeta,
se numa revolução solar,
se no controle de uma nave espacial,
se no espaguete de um prato especial.



Se no chão, se na mão, se na visão.
Eu já nem sei m ais o que sou:

 se gigolô, se um pândego,
se um verme, se um rato,
se o feminino de gato,
se homem, se mulher,
se céu se inferno,
se verão, se inverno.






 Eu já nem sei mais por que existo:
se por fruto da guerra,
por escarro da terra,
vômito do sol
ou por obra de Deus.




 ... E já nem sei  mais se sou gente.
Maldito século XX que me oprime e consome,
que me mata de fome !
Fome de justiça que abala meu peito gelado.
Eu já nem sei m ais onde o tempo parou:
se foi na passagem, se foi na mensagem,
se foi na sarjeta, se foi no sargento.


Eu já nem sei mais em que espaço giro,
e nem sei mais que mundo é este
onde a bondade ofuscada, não pode prevalecer.
Eu não podia existir !!! Por que existir ???  Por quê ?





 Que pecado mal dado, mal feito, mal intencionado.
Já nem sei mais onde está a humanidade:
se emigrando no Ceilão,
se na elite do Japão,
se na voz papal,
no conselho sacerdotal,
se em Plutão ou Marte.




 Morte !
Existe falsidade e orgulho. Existe sim !
E eu já nem sei m ais por que escrevo:
se por desventura, se por amargura,
se por convencimento, se por expiamento,
se por verdade, se por falsidade.
Eu já nem sei mais o que escrevo :







Onde estou ?  Onde estão todos ?
Dêem-se as mãos !  Auxiliem-se .
Está havendo um terremoto em mim...
Depressa Jornal Nacional !
Depressa Hilton Gomes !
Vou mudar de canal.

                                 19/04/1971




O presente









Somei amor e carinho                                
diminui a ilusão,
multipliquei a amizade
dividi no coração.





                    Coloquei numa caixinha    
                    e embrulhei sorridente.
                    É p'rá você professora
                    este modesto presente.




                                             Na conjunção destes versos
                                             há lições que ninguém vê,
                                             e o sujeito desta história
                                             professora, é você.





                        Que sendo um substantivo              
                        acho que se flexionou
                        conjugado em paciência
                        adjetivo virou.




Atendendo ao coletivo                              
de um modo bem singular
no passado ou no presente
você é o verbo amar.




10/10/2004














                                    


História de Jesus




Quem é esta linda mulher
De olhar doce e singelo
Que transmite só bondade ?
Seu caminhar é suave,
Tem porte sublime e belo.
                            __ Ela espera a BONDADE !


Quem é este lindo bebê
Que até os anjos proclamam,
Por quem a  estrela reluz ?
Tem reis por adoradores,
Pastores também o amam.
                            __ Ele é a própria LUZ !


Quem é este calmo menino,
Que brinca alegremente,
Igual a qualquer criança ?
Tem o sorriso divino,
É tão puro e inocente.
                            __ Ele é a nossa ESPERANÇA !


Quem é este jovem rapaz
Tão audaz, tão vigoroso,
Cheio de sabedoria ?
Tem poder suas palavras,
O seu toque é carinhoso.
                           __ Ele á a ALEGRIA !


Quem é este carpinteiro
Que à mesa partilha o pão
E fala em tom tão sofrido ?
Torna o vinho no seu sangue
E nos dá seu coração.
                            __ Ele é o JUSTO TRAÍDO !


Quem é este torturado
Humilhado e maltratado,
Que só prega o amor ?
Na cruz Ele foi pregado,
Esmagando o pecado
                         __Êle é nosso SALVADOR !


Quem é esta triste mulher
Que ao perdido filho, abraça
E chora seus dissabores ?
Não há consolo que faça,
Calar seu pranto sofrido.
                        __Ela é a MÃE DAS DORES !


Onde está aquele Santo
Que doou sua própria vida
E com seu sangue nos salvou ?
O sepulcro está vazio
A morte enfim, foi vencida.
                    __ Jesus já ressuscitou !

                                                                

                                           Páscoa de 2012


Seja bem vindo.

                                                      Na trilha do sol, nas asas do vento,                      envolto em luz, o olh...