quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Estranha história.











Ando por aí triste e vencida,                     
olhando o passado.
Saudade vem molhar meus olhos,
meu ser pranteia, amargurado.






Porque passam os dias -  me pergunto -
e o tempo não para na felicidade ?
Porque viver, se no passar os dias,
o que nos fica de resto, é só saudade ?



Nem mesmo o tempo apaga a lembrança
de um sentimento tão forte e tão intenso.
Um sentimento que venceu barreiras
e que caiu vencido, embora imenso.



Só é eterno aquilo que perdura,
que permanece vivo na memória.
Será eterna também, cá neste mundo,
a nossa estranha história.




                                                                            07/11/2004

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maria do Beco

                                                                                                 MARIA DO BECO       Conheci ...