quarta-feira, 22 de abril de 2015

Uma nova carta de amor

















Hoje eu despertei sonhando. Na cama um cheiro de você, na boca a sede dos seus beijos, na alma a falta da sua presença.
O vento na cortina me lembrou seus braços e deitei-me neles lânguida e provocantemente.
Meu corpo colou cada centímetro no seu, adaptando-se. Moldando-se...
Uma brisa atravessou a cortina e beijou meu corpo. Tinha o calor da sua boca, a malícia da sua lingua queimando meu pescoço e insinuando-se entre os meus seios.
Tremo de paixão ! Todo meu ser responde ao apelo do desejo.
Quero e anseio seu corpo. Preciso do seu calor penetrando  minha pele e saciando meus instintos.
Ama-me !!! Ah ! Ama-me com todos os seus sentidos.
Deixa que eu sinta a pressão da sua língua, o sabor da sua saliva
Toca em mim com o carinho dos seus dentes; aguça-me a malícia com a busca frenética dos seus dedos.
Afaga-me !!! Ai !  Cada um dos seus afagos é chama que se acende em meu corpo e queima-me as entranhas.
Hoje eu quero sonhar com você !  Hoje eu não quero despertar de você !
Vem, paixão que me enlouquece, sonha comigo e desperta no prazer !





                           x-x-x-x-  1998 -x-x-x-x




Texto criado a partir do pedido de uma colega que queria dá-lo ao namorado depois de uma noite de amor.  Achei que valia a pena colocá-lo aqui, por ser uma criação minha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maria do Beco

                                                                                                 MARIA DO BECO       Conheci ...