quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Carta de mãe para filha





     Por causa de você abri mão do meu sonho.

     Quando você virou minha realidade, eu desisti de sonhar e acordei pro seu sorriso.
     Ah, meu vestido de noiva se transformou na alegria contagiante que sua presença trouxe, e eu nada mais podia desejar de felicidade.

     Noites e dias, dias e noites fiquei assistindo a natureza completar em você a sublime metamorfose da existência. Você crescendo... observando...aprendendo.
     Hoje, tão criança ainda, você questiona:
     ___ Mamãe, você é casada com meu pai ?
     ___Mãe, cadê o DVD do seu casamento ?
     ___ Cadê sua foto vestida de noiva?                                  

     Por causa de você, abri mão do meu sonho.
     Eu queria ter o CD, as fotos, a certidão...mas não foi possível porque você chegou sem avisar e tomou por inteiro nossas expectativas.

     Pensa que é fácil conviver com a realidade de ser solteira, tendo você, tendo seu pai ?

      Acha que eu não queria ter tido um bolo enorme de casamento, uma cerimônia bonita na igreja, uma recepção suntuosa cheia de amigos, alegria, cumprimentos ?
     Claro que ei queria. É ainda o meu sonho dourado que povoa o meu sono e ilumina os meus dias, e a vontade de realizar este sonho me impulsiona a lutar por isso.



     Adiei meu sonho, reprimi meu desejo, e hoje, ao vê-la tão linda, tão graciosa, a vontade de tê-la como minha dama de honra no meu casamento, me torna quase fanática por viver este momento divino.

                                         
     É por isso, por você minha querida filha, que mereço um dia transformar em realidade o casamento dos meus sonhos.
     Amo você e seu pai.
                                                        Beijos.







                                             2006

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo.

                                                      Na trilha do sol, nas asas do vento,                      envolto em luz, o olh...