segunda-feira, 26 de agosto de 2013

CRISTO


                                





Cristo um nome sem rima na era poesia,                                  
e um mundo esquecido nas lembranças passadas.

Cristo que mora na esquina, que vive lá em casa,
tá muito “na dele” e todos na Sua.

Cristo ensinou liberdade mas permanece preso,
no medo e nas trevas do espírito humano.

Cristo que vai e que vem, na guerra e bordéu,
não para um segundo atendendo ao mundo.                     


Cristo palhaço em piadas, estrela, político,
eleito dos jovens, esposo das virgens.

Cristo em nome de quem se comete iniqüidades
e se jura de pés juntos.

Cristo mito !!!

Cristo, eu vejo tua subida ao poder
E choro de agonia.

A quem redimiste ???

Mereceu ??? 



                                                                                                











                          17.08.1971

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Maria do Beco

                                                                                                 MARIA DO BECO       Conheci ...